Sexta, 22 de Outubro de 2021
°

-

Anúncio
Geral Piauí

SAF entrega casa de mel e visita obras em municípios do semiárido

A secretária Patrícia Vasconcelos também realizou ainda uma série de visitas em outras comunidades em Curral Novo e Betânia

17/09/2021 às 19h15
Por: Toinho Alves Fonte: Secom Piauí
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

SAF entrega casa de mel e visita obras em municípios do semiárido
Foto: Reprodução/Secom Piauí

A secretária de Estado da Agricultura Familiar, Patrícia Vasconcelos, realizou a entrega de uma casa de mel para a Associação da Comunidade Remanescente de Quilombo Chupeiro, no município de Paulistana. A gestora realizou ainda uma série de visitas para acompanhar a instalação de cisternas calçadão e outras ações do Projeto Viva o Semiárido (PVSA), nos municípios de Paulistana, Curral Novo e Betânia nessa quarta (15) e quinta-feira (16).

A agenda teve início, nessa quarta-feira (15), nos municípios de Curral Novo e Betânia (Serra do Inácio), quando foi realizada uma visita em alguns locais onde estão sendo construídas as cisternas calçadão. Em seguida, foi realizada a entrega de um biodigestor para a Associação das Pequenas Produtoras Rurais de Serra do Inácio (APPRSI), onde atuam também o PVSA por meio do beneficiamento de mandiocultura, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), com a compra de alimentos, e o projeto Quitanda Virtual, com a comercialização dos produtos.

SAF entrega casa de mel e visita obras em municípios do semiárido
Foto: Reprodução/Secom Piauí

Na Comunidade Chupeiro, na parte da tarde, foi entregue uma unidade de beneficiamento de mel, para aprimorar a produção das famílias quilombolas que permanecem na localidade. Na oportunidade, os gestores ouviram mais demandas dos moradores e se comprometeram a buscar soluções. A vice-governadora Regina Sousa participou da entrega.

“Nós temos uma dívida com os povos indígenas e negros no Brasil. A gente precisa pagar essa dívida, retribuir o sacrifício dos nossos antepassados fazendo algumas coisas que já deveriam ter sido feitas. Não é bondade, é obrigação fazermos isso”, destacou Regina Sousa.

Para Idílio da Silva, que faz parte da associação, a unidade de beneficiamento representa um reconhecimento importante e deve gerar renda para as famílias. “Só temos a agradecer a visita da comitiva. Esperamos mais projetos para a comunidade”, conta.

SAF entrega casa de mel e visita obras em municípios do semiárido
Foto: Reprodução/Secom Piauí

Na Comunidade Quilombola São Martins, a comitiva visitou uma das 25 unidades de sistemas de produção integrada de alimentos (Sisteminha Embrapa), implantados pela SAF no fim de 2020, por meio do Programa Viva o Semiárido. Nas unidades do sisteminha da localidade, voltadas prioritariamente para a garantia da soberania alimentar dos quilombolas, os agricultores produzem peixes, ovos, frangos de corte, suínos e hortaliças.

Na quinta-feira (16), a comitiva participou de uma reunião com representantes do Centro de Estudos Ligados a Técnicas Alternativas (Celta), responsável pela construção das cisternas.  Ao todo serão construídas 150 cisternas calçadão com capacidade para armazenar 52 mil litros de água.

No município de Betânia, se reuniram com a Associação dos Criadores de Ovinos e Caprinos do Município de Betânia do Piauí (Ascobetania). Na ocasião foi apresentado pelos representantes da cooperativa o projeto de construção de um frigorífico. O objetivo é comercializar animais abatidos, o que vai agregar mais valor ao produto.

A comitiva também visitou Instituto Novo Sertão, localizado em Betânia. Eles desenvolvem um projeto de quintais produtivos com moradores da região e realizam a feira uma vez por semana, onde comercializam produtos da agricultura familiar.

Ao todo, já foram investidos pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar, R$ 15.546.478, 95 no Território Chapada Vale do Rio Itaim. Com isso, estão sendo beneficiadas 1.981 famílias de agricultores e agricultoras. Destas, 378 são quilombolas.

“São ações do Projeto Viva o Semiárido, que é um investimento do Governo do Piauí, por meio de um empréstimo junto ao Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida). É muito bom perceber a riqueza da agricultura familiar e proporcionar políticas de organização e geração de renda para essas comunidades”, afirma Patrícia Vasconcelos.

Participaram da comitiva a vice-governadora Regina Sousa; o diretor Clébio Coutinho; o diretor-geral do Emater, Francisco Guedes; o superintendente de Apoio às Cadeias Produtivas, Simão Oliveira; Ednalva Costa, presidenta da Cootapi; Joicione Rodrigues, coordenador regional do Emater/Paulistana; Gicélio Teixeira Arrais, coordenador técnico da Celta; Aderaldo Aquino, coordenador da URGP/Paulistana e a agente territorial da Seplan, Maria dos Ramos entre outras autoridades.

 

Ele1 - Criar site de notícias